A noite de sábado prometia, e assim se cumpriu. Enfim, pude dar meu adeus às World Tours do Judas Priest, embora a distância tenha quase me sacaneado.

Foi um voo solo. A única companhia que tive foi a de minha própria sombra, diferente dos meus companheiros da Taberna nesta sexta, e diferente de como será com meus companheiros de APF ano que vem, no Rio. Mesmo assim, valeu a pena.

Anúncios